Análises de Empresas

Método Bazin: Calcule o Preço Justo de Ações em Passos Simples

10min de leitura

Misael Guedes

Misael Guedes

Redação

Décio Bazin foi um renomado investidor brasileiro, conhecido por criar um método único e eficaz pra avaliar ações. Ficou curioso? Vamos explorar juntos o que está por trás do Método Bazin e como ele pode ser útil pra você.

  • Quem foi Bazin?
  • O que é o Método Bazin?
  • Como calcular o preço justo pelo método Bazin?
  • Calculadora Bazin
  • Limitações do Método Bazin

Não se esqueça de continuar lendo para entender melhor cada tópico e colocar em prática o Método Bazin nos seus investimentos.

Quem foi Bazin?

Décio Bazin foi um investidor e escritor brasileiro, responsável por desenvolver um método inovador pra avaliar ações e investir no mercado de capitais.

Sua abordagem, conhecida como Método Bazin, tem sido amplamente adotada por investidores em busca de melhores retornos.

Bazin acreditava na importância de analisar a qualidade das empresas e suas perspectivas de crescimento a longo prazo, em vez de se concentrar apenas nos movimentos do mercado de ações a curto prazo.

Ele também enfatizava a importância dos dividendos, o que o levou a desenvolver sua própria fórmula pra determinar o preço justo das ações com base nos dividendos pagos.

Seu livro, "Faça Fortuna com Ações", publicado em 1992, é considerado uma leitura obrigatória pra quem deseja entender melhor seus princípios de investimento e como aplicá-los na prática.

Bazin é frequentemente comparado a investidores de sucesso, como Warren Buffett, devido à sua abordagem de investimento focada no valor.

Agora que você sabe um pouco mais sobre quem foi Décio Bazin, vamos entender melhor seu revolucionário método de investimento.

O que é o Método Bazin?

O Método Bazin é uma abordagem de investimento baseada na análise do preço justo das ações, levando em consideração os dividendos pagos pelas empresas.

Décio Bazin acreditava que os dividendos eram um indicador confiável da saúde financeira e do potencial de crescimento das empresas.

A ideia principal por trás do método é buscar empresas que paguem bons dividendos e que estejam sendo negociadas por um preço inferior ao seu valor justo.

Isso permite que o investidor obtenha retornos atraentes a longo prazo e minimize os riscos.

São 5 os mandamentos do Método Bazin:

Liquidez

Bazin recomenta aos investidores a escolher apenas ações que possuem boa liquidez, ou seja, que tenham uma boa quantidade de negociações. Com isso as empresas menores podem acabar ficando de fora da lista.

O motivo dele citar a liquidez como algo fundamental é que como o modelo parametriza os dados e automaticamente pode alterar a composição da carteira, a necessidade de poder comprar ou vender as ações deve ser crucial para a efetividade do modelo.

Dividend Yield (dolarizado)

Décio acredita que devemos investir em ações boas pagadoras de dividendos, mas não só isso, esse fluxo de dividendos deve ser constante, isso elimina aquelas ações que pagam proventos raramente mas numa grande quantidade de uma vez só, o que pode iludir muitos investidores a pensar que aquela empresa é a nova "vaca leiteira".

Então vamos ao parâmetro:

Pelo método Bazin, os investidores devem investir em empresas com um Dividend Yield dolarizado na casa dos 6% ao ano nos últimos 3 pagamentos.

Pra chegar nesse valor é só você pegar o último provento pago e o valor da ação nessa data, converter para o dólar do dia (você pode fazer isso digitando "dólar no dia dd/mm/aa" no google), ao encontrar os dois valores basta dividir o dividendo pago pelo valor da ação.

A escolha do dividend yield de 6% foi baseada na ideia de que esse valor proporcionaria um retorno significativo aos investidores, em comparação às taxas de juros da época.

Portanto é importante considerar isso e caso sentir que o valor não é mais adequado para a sua carteira, mudá-lo de acordo com a sua preferência ou necessidade.

Noticias

Esse é um dos fatores qualitativos do método, Décio acredita veemente que qualquer notícia ruim sobre a empresa deve ser vista como um sinal de alerta máximo, ele é até mais rigoroso quando diz que mesmo se a notícia for verdade ou não, ou a empresa ter sido vítima na situação, o que ele recomenda é que a ação seja vendida na hora.

Ele acreditava que não tem como prever como essas notícias podem afetar o desempenho da empresa, tanto no curto quanto no longo prazo.

Endividamento

Esse é um ponto também de muita importância. Bazin acredita que a preocupação com o nível de endividamento das empresas deve ser mantida sempre a vista. Ele diz em seu livro que preza por um endividamento moderado.

Ele não define em seu método qual o valor específico que deve ser considerado. E o endividamento pode variar de acordo com a empresa e seu setor, verificar qual o nível de endividamento das empresas de um setor e definir um valor aceitável pode ser uma saída.

Rebalanceamento

Pelo Método Bazin, o rebalanceamento da carteira deve ser semestral, considerando todos os filtros que falamos mais acima.

Ele diz que se uma empresa passa dois semestres seguidos com o dividend yield abaixo dos 6% ao ano, ela deve ser retirada da carteira através da venda.

Bazin indica que Abril e Outubro são os melhores meses para fazer esse rebalanceamento na carteira pois a maioria das empresas já encerrou o pagamento dos dividendos dos semestres.

Indicador Extra

O Payout Ratio de 50% foi escolhido por Bazin como um limite porque indica que a empresa está distribuindo uma parcela razoável dos lucros aos acionistas, mas ainda mantém uma parte significativa dos lucros pra reinvestir no próprio negócio.

Esse equilíbrio permite que a empresa continue crescendo, gerando valor para os acionistas a longo prazo.

Vale lembrar que esses valores não são regras rígidas e podem ser ajustados de acordo com as preferências e objetivos de cada investidor.

O importante é entender a lógica por trás dessas escolhas e utilizar esses critérios como um guia na análise das ações.

O Método Bazin é especialmente indicado pra investidores que buscam uma renda passiva através dos dividendos e que têm uma visão de longo prazo. Essa abordagem pode ajudar a construir um portfólio sólido e resiliente às turbulências do mercado.

Agora que você compreendeu o que é o Método Bazin, vamos aprender como calcular o preço justo pelo método.

Como calcular o preço justo pelo método Bazin?

Calcular o preço justo de uma ação pelo Método Bazin é uma tarefa simples e direta.

Vamos utilizar um exemplo pra facilitar a compreensão do processo. Suponha que você esteja analisando uma empresa que paga um dividendo anual de R$ 3,00 por ação.

  1. Encontre o dividend yield desejado: Primeiro, determine o dividend yield que você considera atraente. Bazin recomendava um mínimo de 6%. Neste exemplo, vamos usar 6%.
  2. Calcule o preço justo: Divida o dividendo anual por ação pelo dividend yield desejado. Neste caso, divida R$ 3,00 por 0,06 (6%). O resultado é R$ 50,00. Esse valor representa o preço justo da ação segundo o Método Bazin.

Agora que você já sabe calcular o preço justo, compare-o com o preço atual da ação no mercado.

Se o preço atual for inferior ao preço justo, a ação pode ser considerada subvalorizada e, portanto, uma oportunidade de investimento segundo o Método Bazin.

Lembre-se de que, além de avaliar o preço justo, é importante considerar o Payout Ratio e analisar outros aspectos financeiros e qualitativos da empresa, como governança corporativa, posição de mercado e perspectivas de crescimento.

A seguir, vamos conhecer uma ferramenta que pode ajudar você a aplicar o Método Bazin de forma ainda mais prática e eficiente.

Calculadora Bazin

A Calculadora Bazin é uma ferramenta que pode facilitar a aplicação do Método Bazin nos seus investimentos.

Essa calculadora automatiza o processo de calcular o preço justo das ações, permitindo que você analise rapidamente várias empresas e identifique oportunidades de investimento.

Existem diversas calculadoras Bazin disponíveis na internet, algumas gratuitas e outras pagas.

Ao utilizar uma dessas ferramentas, basta inserir os dados financeiros da empresa, como o dividendo pago por ação e o preço atual da ação.

A calculadora fará os cálculos automaticamente e informará se a ação está subvalorizada ou sobrevalorizada de acordo com o Método Bazin.

No entanto, é importante lembrar que a Calculadora Bazin é apenas um ponto de partida na análise das ações.

Ela pode ser uma ferramenta útil, mas você deve complementar essa análise com outras informações sobre a empresa, como governança corporativa, posição de mercado e perspectivas de crescimento.

Vamos deixar molezinha pra você aplicar a calculadora Bazin, lembre-se que a fórmula está programada somente caso a linha abaixo esteja posicionada na primeira posição da primeira linha.

Ou seja, a célula Empresa deve estar posicionada na célula A1

EmpresaDY (%)Payout (%)Preço Atual (R$)Preço Justo Bazin (R$)Comprar?

Na coluna "Comprar?", você pode usar uma fórmula condicional para verificar se a ação está subvalorizada, levando em consideração o preço atual e o preço justo pelo Método Bazin.

Além disso, você pode adicionar condições adicionais, como verificar se o DY é maior ou igual a 6% e se o Payout é menor ou igual a 50%.

Por exemplo, na célula F2 (referente à primeira empresa), você pode inserir a seguinte fórmula:

=SE(E2<=D2,SE(B2>=6,SE(C2<=50,"Comprar","Não Comprar")),"Não Comprar")

A fórmula acima primeiro verifica se o preço justo (coluna E) é menor ou igual ao preço atual (coluna D). Se for, passa para a próxima condição, que verifica se o DY (coluna B) é maior ou igual a 6%.

Se ambas as condições forem atendidas, a fórmula verifica se o Payout (coluna C) é menor ou igual a 50%. Se todas as condições forem verdadeiras, a fórmula retornará "Comprar". Caso contrário, retornará "Não Comprar".

Depois de inserir a fórmula na célula F2, você pode copiá-la e colá-la nas células abaixo para aplicar a mesma lógica às outras empresas listadas na tabela.

Lembre-se de que essa tabela e a fórmula são apenas um ponto de partida para a análise das ações e devem ser complementadas com outras informações relevantes sobre as empresas.

Limitações do Método Bazin

Embora o Método Bazin seja útil e tenha sido aplicado com sucesso por muitos investidores, ele também possui algumas limitações. É importante estar ciente dessas limitações ao aplicar esse método nos seus investimentos:

  1. Foco nos dividendos: O Método Bazin se concentra principalmente nos dividendos pagos pelas empresas. No entanto, algumas empresas podem optar por reinvestir seus lucros no próprio negócio, em vez de distribuir dividendos, o que pode resultar em crescimento e aumento no valor das ações. Essas empresas podem ser boas opções de investimento, mas não seriam identificadas pelo Método Bazin.
  2. Desempenho passado não garante o futuro: O Método Bazin leva em conta o histórico de pagamento de dividendos das empresas, mas isso não garante que elas continuarão pagando dividendos no futuro. Mudanças nas condições do mercado, na gestão da empresa ou em sua situação financeira podem afetar os pagamentos futuros de dividendos.
  3. Necessidade de análise qualitativa: A fórmula do Método Bazin se baseia em critérios quantitativos, como o dividend yield e o payout ratio. No entanto, é fundamental analisar também aspectos qualitativos das empresas, como governança corporativa, posição no mercado e perspectivas de crescimento. Esses fatores podem ser cruciais para o desempenho da empresa a longo prazo.
  4. Inadequado para setores específicos: Algumas indústrias e setores, como tecnologia e biotecnologia, tendem a reinvestir seus lucros em pesquisa e desenvolvimento, em vez de pagar dividendos. O Método Bazin pode não ser apropriado para identificar oportunidades de investimento nesses setores.
  5. Ajuste de parâmetros: Os valores de 6% para o dividend yield e 50% para o payout ratio foram estabelecidos por Bazin como pontos de partida. No entanto, as condições do mercado e as preferências individuais dos investidores podem variar. É importante ajustar esses parâmetros conforme necessário para refletir suas metas e expectativas de investimento.

Considerando essas limitações, é fundamental usar o Método Bazin como um dos instrumentos de análise iniciais, sendo necessário um investimento maior em tempo para analisar todos os pontos que tratamos aqui acima.

Por aqui, usamos o Fluxo de Caixa Descontado para realizar nossas análises, por ter todos esses pontos citado e por levar em conta tudo o que pode acontecer com a empresa no futuro, considerando seu setor, seus incentivos e até mudanças no cenário político.

As análises do VBOX são entregues através de relatórios mas também são disponibilizados vídeos, no maior estilo Netflix, pra você assistir no conforto da sua casa e até no busão indo pro trabalho.

Mas se você quiser uma Carteira Recomendada focada em dividendos, aqui na VAROS nós temos uma que vai te atender da melhor forma possível. Isso porque, assinando a Carteira Recomendada você leva o VBOX de bônus. Além disso, nossos analistas fazem relatórios quinzenais, mostrando o motivo pra cada investimento e atualizações das teses.

Se você quiser conhecer nossa Carteira Recomendada de Dividendos vou deixar um link aqui embaixo pra você conhecer, você tem 7 dias pra testar grátis e caso não goste, devolvemos seu dinheiro. Mas cá entre nós, acho improvável que você não goste, falo por experiência própria.

Clique aqui para conhecer nossas Carteiras Recomendadas

Agora que você está familiarizado com o Método Bazin, a fórmula pra calcular o preço justo e a Calculadora Bazin, está pronto pra aplicar esse conhecimento nos seus investimentos.

Lembre-se de que investir requer paciência, disciplina e uma visão de longo prazo.

O Método Bazin pode ser uma excelente abordagem pra quem busca construir um portfólio sólido e gerar renda passiva através dos dividendos.

Um abraço e sucesso nos seus investimentos!

Artigos que podem te interessar

VAROS 2024

Todos os direitos reservados