Mercado Financeiro

Teoria de Markowitz: Otimização de Portfólio e Gestão de Riscos

16min de leitura

Misael Guedes

Misael Guedes

Redação

A Teoria de Markowitz: Uma abordagem simples e prática

A Teoria de Markowitz, também conhecida como Teoria Moderna do Portfólio, surgiu em 1952 e foi desenvolvida pelo economista Harry Markowitz.

Essa teoria revolucionou o mundo dos investimentos, introduzindo o conceito de diversificação e otimização de risco em portfólios de ativos. Agora, vamos abordar alguns tópicos importantes pra entender essa teoria e como aplicá-la no dia a dia.

  • Quem é Harry Marx Markowitz?
  • Como surgiu a Teoria de Markowitz
  • Como funciona a Teoria de Markowitz?
  • Qual o passo a passo pra aplicar o modelo de Markowitz?
  • Qual a importância da Teoria Moderna de Portfólio?
  • Qual a vantagem de usar a Teoria Moderna de Markowitz?
  • Fronteira Eficiente: A Chave pra Balancear Risco e Retorno na Teoria de Markowitz

Quem é Harry Marx Markowitz?

Olá, pessoal! Hoje vamos falar sobre um cara que revolucionou o mundo dos investimentos com uma ideia brilhante. Seu nome é Harry Markowitz e ele é o pai da Teoria Moderna de Portfólio. Mas quem é esse cara e por que sua teoria é tão importante? Vamos descobrir!

Harry Markowitz é um nome de instituição no mundo financeiro. Muito do que rege os conselhos modernos de economia e poupança para a aposentadoria é resultado do trabalho dele. Nascido em 24 de agosto de 1927, em Chicago, Illinois, Markowitz mostrou interesse em física, astronomia e filosofia desde cedo, e exibiu um interesse particular nas ideias de David Hume. Ele continuou a seguir seu interesse nas ideologias de Hume durante seus anos de graduação na Universidade de Chicago.

Em 1952, um economista chamado Harry Markowitz escreveu sua dissertação sobre "Seleção de Portfólio", um trabalho que continha teorias que transformaram a paisagem da gestão de portfólio - um trabalho que lhe renderia o Prêmio Nobel de Economia quase quatro décadas depois.

Como a antítese filosófica da seleção tradicional de ações, sua Teoria Moderna de Portfólio (MPT) continua a ser uma estratégia de investimento popular, e essa ferramenta de gestão de portfólio - se usada corretamente - pode resultar em um portfólio de investimentos diversificado e lucrativo.

Em vez de se concentrar no risco de cada ativo individual, Markowitz demonstrou que um portfólio diversificado é menos volátil do que a soma total de suas partes individuais. Embora cada ativo em si possa ser bastante volátil, a volatilidade do portfólio inteiro pode ser bastante baixa.

Mais de 60 anos após sua introdução, os fundamentos da MPT ainda são válidos. Vamos mergulhar nesta popular estratégia de gestão de portfólio e descobrir o que torna os princípios desta teoria revolucionária tão eficazes.

Como surgiu a Teoria de Markowitz

A Teoria de Markowitz, também conhecida como Modelo de Markowitz ou Teoria Moderna de Portfólio, foi introduzida em 1952 através do Journal of Finance. Harry Markowitz, um economista americano, é considerado o criador desta teoria. A teoria sugere que os riscos podem ser minimizados através da diversificação, ao mesmo tempo que maximiza o retorno geral do portfólio.

O modelo de Markowitz se concentra principalmente na diversificação do portfólio. Ele separa as ações em ativos de alto risco e baixo risco. A ideia é que, ao combinar diferentes tipos de ativos, os investidores podem minimizar o risco e maximizar o retorno. Isso é feito através de cálculos matemáticos que ajudam a construir um portfólio ideal.

A teoria de Markowitz popularizou a diversificação, um conceito que muitos investidores novatos se beneficiam. A diversificação é a ideia de espalhar seus investimentos em diferentes tipos de ativos para reduzir o risco. Por exemplo, em vez de colocar todo o seu dinheiro em ações de uma única empresa, você pode espalhar seu dinheiro em ações de várias empresas, títulos, imóveis, etc.

No entanto, a teoria de Markowitz não é perfeita. Ela tem suas limitações, principalmente devido à sua dependência de suposições. Por exemplo, a teoria assume que todos os investidores têm acesso ilimitado a informações sobre mudanças no mercado, o que nem sempre é o caso na realidade. Além disso, a teoria assume que todos os investidores são avessos ao risco, o que também não é universalmente verdadeiro.

Apesar dessas limitações, a Teoria de Markowitz foi um marco importante na economia e continua a ser uma estratégia de investimento popular até hoje. Em 1990, Harry Markowitz ganhou o Prêmio Nobel por sua contribuição para a teoria moderna do portfólio.

Como funciona a Teoria de Markowitz?

A Teoria Moderna de Portfólio (MPT) é um método prático para selecionar investimentos com o objetivo de maximizar seus retornos globais dentro de um nível aceitável de risco. Esta estrutura matemática é usada para construir um portfólio de investimentos que maximiza a quantidade de retorno esperado para um determinado nível de risco.

Um componente chave da MPT é a diversificação. A maioria dos investimentos são de alto risco e alto retorno ou baixo risco e baixo retorno. Markowitz argumentou que os investidores poderiam obter seus melhores resultados escolhendo uma mistura ótima dos dois com base em uma avaliação de sua tolerância individual ao risco.

A MPT argumenta que o risco e o retorno de qualquer investimento dado não devem ser vistos isoladamente, mas devem ser avaliados por como afetam o risco e o retorno geral do portfólio. Ou seja, um investidor pode construir um portfólio de vários ativos que resultará em maiores retornos sem um nível mais alto de risco.

Ela assume que os investidores são avessos ao risco, o que significa que preferem um portfólio menos arriscado a um mais arriscado para um determinado nível de retorno. Na prática, a aversão ao risco implica que a maioria das pessoas deve investir em várias classes de ativos.

A Teoria Moderna do Portfolio é uma ferramenta útil para os investidores que estão tentando construir portfólios diversificados. De fato, o crescimento dos fundos negociados em bolsa (ETFs) tornou a MPT mais relevante, dando aos investidores acesso mais fácil a uma gama mais ampla de classes de ativos.

Por exemplo, os investidores em ações podem reduzir o risco colocando uma parte de seus portfólios em ETFs de títulos governamentais. A variância do portfólio será significativamente menor porque os títulos do governo têm uma correlação negativa com as ações. Adicionar um pequeno investimento em títulos do Tesouro a um portfólio de ações não terá um grande impacto nos retornos esperados devido a este efeito de redução de perdas.

Qual o passo a passo pra aplicar o modelo de Markowitz?

A aplicação da Teoria de Markowitz, ou Modelo de Markowitz, envolve uma série de etapas que ajudam a construir um portfólio de investimentos eficiente. Aqui está um passo a passo simplificado de como você pode aplicar o modelo de Markowitz:

  1. Identifique seus ativos de investimento: O primeiro passo é identificar os ativos que você deseja incluir em seu portfólio. Isso pode incluir ações, títulos, fundos mútuos, imóveis, entre outros.
  2. Estime os retornos esperados: Para cada ativo, estime o retorno esperado. Isso pode ser feito com base em análises históricas, projeções futuras ou uma combinação de ambos.
  3. Calcule a variância e o desvio padrão: A variância e o desvio padrão são medidas de risco. Eles indicam o grau de volatilidade ou incerteza associada aos retornos de um ativo. Quanto maior a variância ou o desvio padrão, maior o risco.
  4. Determine a covariância: A covariância é uma medida da relação entre os retornos de dois ativos. Se a covariância for positiva, os ativos tendem a se mover na mesma direção. Se for negativa, eles tendem a se mover em direções opostas.
  5. Construa a matriz de covariância: A matriz de covariância é uma tabela que mostra a covariância entre cada par de ativos no portfólio.
  6. Selecione a combinação ótima de ativos: Com base nas informações acima, você pode usar técnicas de programação matemática para selecionar a combinação de ativos que maximiza o retorno esperado para um determinado nível de risco, ou minimiza o risco para um determinado nível de retorno esperado.
  7. Revise regularmente o portfólio: Uma vez que o portfólio esteja montado, é importante revisá-lo regularmente para garantir que ele ainda esteja alinhado com seus objetivos de investimento e tolerância ao risco.

Lembre-se, a Teoria de Markowitz é uma ferramenta útil para ajudar a diversificar seu portfólio e gerenciar o risco, mas não é uma garantia de sucesso. Sempre é importante fazer sua própria pesquisa e considerar a ajuda de um consultor financeiro.

Qual a importância da Teoria Moderna de Portfólio?

A Teoria Moderna de Portfólio (MPT) de Harry Markowitz tem uma importância inegável no campo da economia e das finanças. Ela revolucionou a maneira como os investidores constroem e gerenciam seus portfólios, introduzindo o conceito de diversificação e a ideia de que o risco e o retorno devem ser considerados juntos.

Antes da MPT, a seleção de investimentos era muitas vezes uma questão de escolher ações individuais com base em suas perspectivas de desempenho. A MPT mudou isso, argumentando que o risco e o retorno de um investimento não devem ser vistos isoladamente, mas em relação a como eles afetam o risco e o retorno geral do portfólio.

A MPT também introduziu a ideia de que os investidores podem construir um portfólio que maximize o retorno para um determinado nível de risco. Isso é feito através da diversificação, ou seja, a inclusão de uma variedade de ativos diferentes no portfólio. A diversificação pode ajudar a reduzir o risco, pois diferentes tipos de ativos muitas vezes se movem de maneiras diferentes em resposta a eventos econômicos.

A importância da MPT foi reconhecida em 1990, quando Harry Markowitz foi co-receptor do Prêmio Nobel de Economia "por seu trabalho pioneiro na teoria da economia financeira". A MPT continua a ser uma ferramenta fundamental na gestão de investimentos e é ensinada em programas de economia e finanças em todo o mundo.

Qual a vantagem de usar a Teoria Moderna de Markowitz?

A Teoria Moderna de Portfólio (MPT) de Harry Markowitz oferece várias vantagens para os investidores. Aqui estão algumas das principais:

  1. Diversificação: A MPT promove a diversificação, que é a estratégia de espalhar investimentos entre várias classes de ativos para reduzir o risco. A diversificação pode ajudar a suavizar os retornos do portfólio, pois diferentes classes de ativos podem se comportar de maneira diferente em diferentes condições de mercado.
  2. Maximização de retornos para um determinado nível de risco: A MPT permite que os investidores construam um portfólio que maximize o retorno para um determinado nível de risco. Isso é feito através da seleção de uma combinação de ativos que tenha a maior expectativa de retorno para um determinado nível de risco.
  3. Análise quantitativa: A MPT usa técnicas matemáticas para analisar e construir portfólios. Isso permite uma análise mais objetiva e quantitativa do risco e do retorno, em comparação com abordagens mais subjetivas.
  4. Flexibilidade: A MPT é flexível e pode ser aplicada a uma ampla gama de classes de ativos e estratégias de investimento. Isso permite que os investidores personalizem seu portfólio de acordo com suas necessidades e objetivos específicos.
  5. Reconhecimento e validação: A MPT é amplamente reconhecida e validada na comunidade financeira. Harry Markowitz ganhou o Prêmio Nobel de Economia em 1990 por seu trabalho na MPT, o que destaca a importância e a validade desta teoria.

Fronteira Eficiente: A Chave pra Balancear Risco e Retorno na Teoria de Markowitz

A Fronteira Eficiente é um conceito fundamental na Teoria Moderna de Portfólio de Markowitz. Ela representa o conjunto de portfólios que oferecem o maior retorno esperado para um determinado nível de risco, ou o menor risco para um determinado nível de retorno esperado.

Imagine um gráfico onde o eixo X representa o risco e o eixo Y representa o retorno esperado. Cada possível combinação de ativos pode ser plotada neste gráfico. A Fronteira Eficiente é a curva ascendente que conecta todos os portfólios mais eficientes.

Investir em um portfólio abaixo da curva não é desejável porque não maximiza os retornos para um determinado nível de risco. Por outro lado, os portfólios que estão na Fronteira Eficiente são considerados otimizados, pois oferecem o melhor equilíbrio entre risco e retorno.

Por exemplo, suponha que o Portfólio A tenha um retorno esperado de 8,5% e um desvio padrão (uma medida de risco) de 8%. Suponha que o Portfólio B tenha um retorno esperado de 8,5% e um desvio padrão de 9,5%. O Portfólio A seria considerado mais eficiente porque tem o mesmo retorno esperado, mas menor risco.

A Fronteira Eficiente é uma ferramenta poderosa para os investidores, pois ajuda a visualizar o trade-off entre risco e retorno e a escolher a combinação de ativos que melhor se alinha com seus objetivos e tolerância ao risco.

Artigos que podem te interessar

VAROS 2024

Todos os direitos reservados