Conceitos

Alavancagem Operacional: o que é e como calcular

5min de leitura

Misael Guedes

Misael Guedes

Redação

O que é Alavancagem Operacional?

A alavancagem operacional é um dos dois tipo de alavancagem que temos no mercado, é importante porque permite que a empresa utilize recursos adicionais para financiar seu crescimento e ampliar sua capacidade de geração de lucros. O principal objetivo é gerar maior receita.

Para mensurar a alavancagem operacional usamos a proporção entre custos fixos e variáveis.

Custos fixos são todas as despesas da empresa relacionadas à operação que não dependem do nível de vendas, ou da receita liquida.

Custos Variáveis são aqueles que variam de acordo com a receita. Se as vendas aumentam, os custos variáveis aumentam também, se a receita cai, os custos também vão cair.

Como calcular a Alavancagem Operacional?

A alavancagem operacional é medida pelo grau de alavancagem operacional (GAO), que é calculado através da variação percentual no lucro operacional(EBITDA) dividido pela variação percentual da receita.

A fórmula do GAO é a seguinte:

GAO = (Receita Líquida – Custos Variáveis) / (Receita Líquida – Custos Variáveis – Custos Fixos)

Diferença entre alavancagem operacional e financeira?

A alavancagem financeira é outro conceito usado na área das finanças que se refere à relação entre o capital próprio e o capital de terceiros aplicado na empresa. No entanto, a alavancagem financeira é medida pelo grau de alavancagem financeira(GAF), que é calculado dividindo o capital de terceiros pela soma do capital próprio e do capital de terceiros.

O GAF é importante porque mostra o quanto a empresa está alavancada financeiramente. Uma empresa com um GAF baixo está menos alavancada financeiramente, enquanto uma empresa com um GAF alto está mais alavancada financeiramente.

A alavancagem financeira afeta o lucro da empresa de duas maneiras.

Primeiro, quanto maior o GAF, maior o risco da empresa, uma vez que a dívida representa um compromisso de pagamento futuro que pode ser afetado negativamente pelas variações nos resultados da empresa.

Segundo, o GAF também afeta o lucro da empresa porque quanto maior o GAF, maior a taxa de juros que a empresa paga pelo capital de terceiros. Assim, uma empresa com um GAF alto tem um custo de capital mais elevado, o que diminui seu lucro.

Artigos que podem te interessar

VAROS 2024

Todos os direitos reservados