Contabilidade

Receita Operacional: o que é e como calcular?

8min de leitura

Misael Guedes

Misael Guedes

Redação

O que é a Receita Operacional Líquida?

A Receita Operacional Líquida é o indicador financeiro que representa a diferença entre a receita operacional bruta e as despesas operacionais. Ou seja, é o valor que sobra da receita operacional após o pagamento das despesas operacionais.

A receita operacional bruta é o valor total das vendas de produtos e serviços, sem considerar os descontos e impostos. Já as despesas operacionais são todos os gastos realizados para manter a empresa em funcionamento, como salários, aluguel, luz, água, telefone, materiais, entre outros.

O cálculo da Receita Operacional Líquida é importante para que a empresa possa monitorar seu desempenho financeiro e tomar decisões estratégicas para melhorar seus resultados.

Qual a importância da Receita Operacional Líquida?

A importância da Receita Operacional Líquida é imensa. É a principal medida da performance operacional de uma empresa e, portanto, é um indicador crucial para a gestão da mesma.

A Receita Operacional Líquida é a diferença entre a receita total e as despesas operacionais, ou seja, é o lucro operacional da empresa.

É importante notar que a Receita Operacional Líquida não leva em consideração os gastos financeiros, tributários e outros itens não operacionais, o que a torna uma medida mais precisa da performance operacional.

Como calcular a Receita Operacional Líquida?

A Receita Operacional Líquida faz parte da Receita Líquida, corresponde ao montante recebido pela empresa após as deduções da receita bruta. Essas deduções são as devoluções de vendas, os abatimentos e os impostos e contribuições incidentes sobre vendas.

A fórmula é bem simples:

ROL = RB - DRB

onde,

ROL = Receita Operacional Líquida

RB = Receita Bruta

DRB = Despesas da Receita Bruta

Vamos para um exemplo a fim de facilitar a compreensão:

Suponha que uma empresa tenha tido uma Receita Bruta de R$100.000, teve também nas deduções de Receita Bruta o valor final de R$20.000.

Ao colocarmos na fórmulas temos:

ROL = 100.000 - 25.000

ROL = R$75.000

O que é a Receita Operacional Bruta?

A Receita Operacional Bruta (ROB) é o total de vendas de produtos e serviços de uma organização antes de qualquer dedução. A ROB é usada para medir a eficiência e a eficácia de uma organização no aumento das suas receitas, e é considerada um dos principais indicadores de desempenho de uma empresa.

Qual a importância da Receita Operacional Bruta?

Através dos dados de Receita Operacional Bruta é possível verificar muitas outras informações de uma empresa, já que é um dado proveniente do número de vendas multiplicado pelo preço dos produtos, podemos utilizar o princípio 80/20 da Lei de Pareto para determinar quais são os produtos mais vendidos e mais importantes para a empresa.

Além disso é possível acompanhar o potencial do negócio e verificar também se o valor do produto está adequado para os custos.

Pode ser interessante verificar se existe algum produto que vende mais em certo período do ano, como no varejo de moda, onde a estação do ano pode influenciar nas vendas.

Como calcular a Receita Operacional Bruta?

A Receita Operacional Bruta é calculada da seguinte forma:

ROB = Venda de produtos + Venda de mercadorias + Venda de serviços

Normalmente essa informação já vem consolidada na DRE das empresas, é a primeira linha da tabela, a partir da Receita Operacional Bruta é que são feitas as deduções para conseguirmos chegar no fim no então esperado Lucro Líquido(ou Prejuízo)

O cálculo da Receita Operacional Bruta é importante para as empresas, pois ela indica o quanto a empresa está gerando de receita com suas atividades operacionais.

Além disso, a Receita Operacional Bruta é usada como base para o cálculo do Lucro Operacional, que é a principal medida de rentabilidade das empresas.

As empresas devem monitorar a Receita Operacional Bruta para identificar tendências de crescimento ou queda nas vendas. Uma queda nas vendas pode indicar problemas na estratégia de marketing ou na eficiência operacional da empresa. Já um crescimento nas vendas pode indicar que a empresa está atingindo seus objetivos de crescimento.

Diferenças entre a Receita Operacional Líquida e a Receita Operacional Bruta

A Receita Operacional Bruta (ROB) é o total de receitas geradas pela empresa antes de serem descontados os custos operacionais.

Já a Receita Operacional Líquida (ROL) é o total de receitas geradas pela empresa após serem descontados os custos operacionais. Em outras palavras, a ROL é o lucro bruto da empresa, ou seja, o total de receitas geradas menos os custos operacionais.

Já a ROB representa o total de receitas da empresa, sem descontar os custos operacionais. Os custos operacionais incluem todos os custos envolvidos na operação da empresa, tais como: custos com matérias-primas, mão de obra, aluguel, energia, telefone, etc.

A ROL é um indicador mais preciso da performance da empresa, pois mostra o lucro real da companhia. Já a ROB pode ser inflada pelos custos operacionais, o que pode mascarar o verdadeiro desempenho da empresa.

Impostos sobre a Receita Líquida

Quatro impostos podem ser cobrados da Receita Líquida: Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Imposto Sobre Serviços (ISS), o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social).

  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI): trata-se de um imposto federal que incide sobre os produtos da indústria.
  • Imposto Sobre Serviços (ISS): é um tributo que incide na prestação de serviços realizada por empresas e profissionais autônomos.
  • Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS): recai sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação.
  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social): contribuição federal brasileira destinada a financiar a seguridade social.

Impostos sobre a Receita Bruta

Três impostos podem ser cobrados da Receita Bruta: Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Imposto Sobre Serviços (ISS) e o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI): trata-se de um imposto federal que incide sobre os produtos da indústria.
  • Imposto Sobre Serviços (ISS): é um tributo que incide na prestação de serviços realizada por empresas e profissionais autônomos.
  • Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS): recai sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação.

Artigos que podem te interessar

VAROS 2024

Todos os direitos reservados