Mercado Financeiro

Como a NVIDIA está surfando na onda da Inteligência Artificial

5min de leitura

Saulo Pereira

Saulo Pereira

Redator

Introdução

1$ Trilhão de dólares! Esse é o valor de mercado que a NVIDIA atualmente. Ela vem surfando muito bem na onda da inteligência artificial. Ela se tornou a primeira empresa de chips a atingir um valuation tão alto.

Além disso, a empresa de tecnologia foi protagonista da maior alta da história da bolsa americana em um único dia, 24% de alta.

Para entender como a empresa chegou neste patamar, precisamos falar sobre sua história.

O começo de tudo

A história da NVIDIA é uma verdadeira saga de triunfos, começando em 1993, quando Jensen Huang, Chris Malachowsky e Curtis Priem se uniram com um objetivo em mente: revolucionar a computação gráfica. Juntos, eles fundaram a NVIDIA, e aqueles três visionários sabiam que estavam prestes a criar algo especial.

Desde o início, a empresa conquistou o coração dos gamers com suas placas de vídeo poderosas e inovadoras. Sua tecnologia de processamento gráfico tornou-se sinônimo de desempenho de ponta, garantindo uma experiência imersiva e visualmente impressionante.

Alem disso, focou no desenvolvimento de unidades de processamento gráfico (GPUs), que eram utilizadas principalmente para melhorar o desempenho gráfico em computadores pessoais. Em 1999, a empresa lançou a primeira GPU de processamento gráfico 3D, chamada de "GeForce 256", que revolucionou a indústria de jogos e estabeleceu a NVIDIA como uma líder no setor.

Nos anos seguintes, a NVIDIA expandiu sua atuação para além dos jogos, direcionando seus produtos para outras áreas, como estações de trabalho de design gráfico, computação científica e data centers. A empresa se tornou uma referência em processamento paralelo e computação acelerada, desenvolvendo tecnologias inovadoras e soluções de alto desempenho para uma variedade de indústrias.

Em 2006, lançou a primeira plataforma de processamento paralelo em escala maciça, chamada de "CUDA" (Compute Unified Device Architecture), permitindo a utilização das GPUs para tarefas computacionais gerais além do processamento gráfico. Essa tecnologia impulsionou a NVIDIA para o campo da inteligência artificial e do aprendizado de máquina, áreas que se tornaram fundamentais para o crescimento futuro da empresa.

Ao longo dos anos, a NVIDIA adquiriu várias empresas e tecnologias complementares para fortalecer sua posição no mercado. Em 2011, adquiriu a Icera, uma empresa de tecnologia de comunicação sem fio, expandindo sua atuação para o campo de dispositivos móveis. Em 2015, adquiriu a Mellanox Technologies, uma líder em interconexão de data centers, reforçando sua presença no mercado de data centers.

Até 2019, a NVIDIA se consolidou como uma das principais empresas de tecnologia do mundo. Suas GPUs são amplamente utilizadas em jogos, visualização profissional, centros de dados e setores emergentes, como inteligência artificial, veículos autônomos e computação de alto desempenho. A empresa continua a impulsionar a inovação tecnológica, desenvolvendo soluções avançadas e ampliando suas parcerias para atender às demandas do mercado global.

Até o terceiro trimestre de 2019 a maior fonte de receita era justamente com os gamers.

grafico mostrando o crescimento da receita da nvidia

Mas além dos jogos a empresa tem buscado diversificar suas placas de vídeos criando produtos para outros tipos aplicações, como edição de vídeo e gravação em 4K.

Chegando ao topo

Ao longo dos últimos 2 anos, a fonte de renda dos jogos da empresa começou a perder espaço para o setor de Data Center, que envolve inteligência artificial, criptomoedas e computação acelerada.

grafico mostrando o crescimento da receita da nvidia de forma diversificada

Você deve estar se perguntando o que seria a computação acelerada.

Bom, ela refere-se ao uso de técnicas e tecnologias específicas para melhorar o desempenho de computadores em tarefas computacionais intensivas. Ela envolve o uso de hardware especializado, como placas gráficas (GPUs) e unidades de processamento de campo (FPGAs), que são projetados para executar cálculos complexos de maneira mais eficiente do que as tradicionais CPUs (unidades de processamento central).

A computação acelerada é particularmente benéfica em cenários onde existe uma grande quantidade de dados a ser processada, como análise de big data, inteligência artificial, aprendizado de máquina e simulações científicas.

A capacidade de realizar cálculos paralelos em grande escala, com taxas de transferência de dados mais rápidas, leva a um aumento significativo na eficiência e no desempenho das aplicações.

Outro fato que contribuiu para as ações da NVIDIA decolarem foi a divulgação de resultados da companhia semana passada, quando foi anunciado um aumento de 19% da sua receita em relação ao trimestre anterior e um aumento de receito com data center. Além disso, as perspectiva de crescimento da própria empresa para $11 bilhões no próximo trimestre impulsionaram ainda mais esse aumento.

O que esperar daqui para frente

Refletir sobre a sustentabilidade do crescimento exponencial do valuation da NVIDIA no longo prazo é uma tarefa complexa, pois envolve muitos fatores e incertezas. No entanto, podemos analisar alguns pontos-chave para ponderar essa questão.

Primeiramente, é importante considerar o ambiente em que a NVIDIA opera. A indústria de tecnologia é altamente dinâmica e competitiva, sujeita a mudanças rápidas e inovações disruptivas.

A empresa precisa continuar acompanhando e antecipando as tendências tecnológicas, mantendo-se na vanguarda do desenvolvimento de soluções relevantes para as demandas .

A capacidade da NVIDIA em se adaptar a essas mudanças e manter sua posição de liderança é fundamental para sustentar seu crescimento no longo prazo.

Além disso, a principal receita da empresa é a inteligência artificial, que na visão do seu CEO, tem o poder de aumentar a produtividade humana de uma forma imensurável.

Vale lembrar que não podemos ignorar o fato de que o mercado financeiro é volátil e está sujeito a flutuações. Valuations exponenciais podem ser influenciados por diversos fatores. Nesse caso, algumas projeções esperam que a empresa triplique sua receita em apenas 4 anos. A expectativa é muito alta para a empresa.

grafico mostrando a expectativa do mercado para o crescimento do valor da nvidia

Por fim, a única certeza que podemos tirar disso atualmente é o famoso ditado de que na corrida pelo ouro, só os vendedores de pás ficaram ricos. Será que a NVIDIA será uma dessas vendedoras de “pás” na corrida da inteligência artificial?

Artigos que podem te interessar

VAROS 2024

Todos os direitos reservados